20 de dez de 2008

É NATAL!
















***


É NATAL!

Noite de luz!
Noite de paz!
Noite Feliz!
Guiados pela luz da sabedoria de Deus
colheremos os frutos da alegria, da
serenidade e da paz
ao longo do novo ano que se inicia.
Boas Festas!


"Eis que a virgem dará à luz um filho.

Será chamado pelo nome de Emanuel,
que significa: Deus-conosco(Mt1,23)"

Ana Wagner

***

4 de dez de 2008

CORAÇÃO!

















Coração!


És tu esse pedaço
febril e apressado
que bate descompassado,
em nosso peito?

Ou és tu
essa magia do mundo
este mistério insondável
muitas vezes
indominável?

Ana Wagner

1 de dez de 2008

NOSSO ENGANO













Nosso Engano


Nosso encontro
à própria sorte
fatalmente foi traçado
um dia será eterno
lei da vida, lei da morte
vivemos vaidades tantas
extremas, profundas
amargas e redundantes
procuramos nossa rota
sendo imutável
sem a estrela
sem guia
sem força,
moral ou sorte
sem sabedoria...

Ana Wagner

RISCO










***

Risco

Luas
lentas
estrelas
sonolentas
naveguei
na loucura
desatenta.

Ana Wagner
***

ESPERO


26 de nov de 2008



25 de nov de 2008

AZUIS DE MIM

24 de nov de 2008

RECEIOS












Receios

ânsias
assumem
receios
alvura do pecado

relâmpagos
rendados
lençóis de adeus
acenam
sobre o abismo

noite amiga,
em teu regaço
botões virgens ,
magoados
torvelinhos...

Ana Wagner

***

19 de nov de 2008

ÚLTIMO SOL










ÚLTIMO SOL

Com o último sol
que permitir nascer
de teu petrificado coração,
quero um beijo
que seja ardente
como uma vela para Deus!

Ana Wagner

18 de nov de 2008

AURORA











***

Aurora

Beber teu sorriso
de uma só vez
tua alma, tão alva!
assim acontece
o nascer de meu sol...

Ana Wagner


***

4 de nov de 2008

PROCELA













PROCELA


O sonho amarrou o barco
quando o coração parou,
preso ao passado horizonte,
em ninho e plumas tecido,
em ferro e grade se tornou.

Como saber a diferença?
Soltar amarras!
Deixar o rumo ao timoreiro!

Ana Wagner

2 de nov de 2008

MOMENTO TRISTE


















MOMENTO TRISTE

Para essa tristeza que é minha pena
a alegria suspende a respiração
e eu me sinto longe,tão pequena.

À Deus invoco, porém não peço nada,
apenas repartir o mundo
compartilhar com todos o Universo...


Por todo o mal e às vezes por todo o bem
Por que o mundo sonhado não é o mesmo
que este mundo de tristezas que me vêm?


Meu pesadelo é sempre o otimismo
durmo fraca, sonho que sou forte
porém o futuro aguarda: é um abismo!



Ana Wagner
***

29 de out de 2008

LONGA JORNADA




















LONGA JORNADA


Frias tardes enevoadas
uma existência contida
botão de rosa desfolhada
chegada ao ponto de partida
relógio quebrado
estilhaçando as horas
o sol, negra melancolia
esquálido pássaro rastejante
fragmentos de sonhos fugidios
voando nuvens púrpura brilhantes.
Como crer que o todo é nada?
O tempo da vida é um instante
e é longa, longa a jornada!

Ana Wagner

***

19 de out de 2008

CRISTAIS












CRISTAIS


Vibra o choro

das estrelas quebradas.

A neblina baixa as pálpebras
na madrugada gélida;
doloroso adeus!

Nega seus olhos aos olhos seus;
brinca com finos cristais trincados
sem se importar com seu valor.

Joga areia em cegos olhos
pisa na última violeta viva.


Ana Wagner

***

10 de out de 2008

ETERNIZADO













ETERNIZADO

(para W)
Para mim não quero nada.
quero uma chuva de bençãos que te cubra

quero teu sorriso raso mas feliz
quero teu nome nos livros
quero teu corpo sadio
quero teu ânimo imenso
quero tua luz sempre brilhando
quero que alguém aceite tua oferta
quero cercas brancas e margaridas pra ti
quero mexericas sumarentas molhando teus lábios
quero um afago de filho todos os dias
quero que a paz te persiga como uma sombra
quero muito céu azul e nuvens brancas em teu olhar
quero que o sol te deixe corado
quero teu sorriso eternizado!

Ana Wagner

***

28 de set de 2008

PALAVRA MÁGICA














Palavra Mágica

Pedi uma palavra bonita
pra acalmar minha dor
uma palavra, seja qual for
pois as mais belas nunca me dirás.
caracol, melancia,avental ventura,
caudaloso como o meu amor
estrelas, alvorada, sempre-viva
tanta palavra bonita
não precisa ser beijo vamos inovar
pois beijo pode ser ósculo!
eu não iria gostar
não precisa ser bom dia
é só uma coisa formal
diga rosa, girassol, petúnia
o que sai da tua boca é poesia
e cantar agora não me acreditas
sei que um dia vai passar
vais me chamar novamente
de tua flor-da-manhã
de musa de algum poema, de iluminada!
Ou não...não terei tempo
me diz agora qualquer bobagem,
mel, sumarento, eterno, abissal
que sorrirei tão feliz
com a palavra ideal...

Ana Wagner
****

20 de set de 2008

ESCULTURA









ESCULTURA


Compor
todo teu corpo
finos traços de mel
a meiga doçura
que te habita
palavra dita, escrita
me acolhes no teu ninho
serei teu beija-flor sedento...

ANA WAGNER

14 de set de 2008

QUIMERA












Quimera


Ousadia sonhar
sem razão em acordar
amor não tem lado
pintar o sol na esquina
onde muros prendem
pela cintura
pés iluminados
pela ousadia
do dia

Ana Wagner

5 de set de 2008

DESEJOS










DESEJOS

Chove no bosque
cheiro de terra
molhada
me inebria
embriaga
necessito
possuir-te
sedenta
entre sonetos
e sonatas
encantada
na chuva
minha terra
molhada...

Ana Wagner




26 de ago de 2008

MILAGRES


***
milagres

cometas
são caminhos siderais...
poeira cintilante
multicor
estrelas,
lágrimas do parto universal

Ana Wagner


***

24 de ago de 2008

RETRATO











RETRATO


Amo
tuas mãos longas
pacíficas
cobrindo mistérios
insondáveis
antigos
gravados a fogo
em tua alma
sonegando
amor e carícias...

A vida tinge
quadros de sonhos
em teus olhos
translúcidos...

ANA WAGNER

(11/07/2008)

21 de ago de 2008

PÔR-DO-SOL









PÔR-DO-SOL


O entardecer chora
lágrimas de fogo e bruma
pássaros voltam aos ninhos
cinza de doloridas nuvens
pôr-do sol de uma vida
noite vindo rápida e fria
solidão rondando...

Ana Wagner

12 de ago de 2008

INDECISÃO












INDECISÃO


Para viver
você pensa
e pensa
e a vida passa
e a idade aumenta
a solidão transpassa
o coração desiste
os tempos de amizade
fenecem tristes
a Musa morre
o amor definha
e você pensa
e pensa...
Que vida é essa?

Ana Wagner

***

29 de jul de 2008

DIAS DE CHUVA








Dias de Chuva

Dias em que
cai a chuva
perdura o sonho,
volta a esperança,
enobrecem os sentidos;

dias em que
renasço
abro os olhos
quero voltar a sorrir
esquecer o entristecer

somar o que alegra
uma rosa que cresce
um amigo que chega

tem dias assim
em que tudo vale a pena.

Ana Wagner
***

21 de jul de 2008

REBELDIA

REBELDIA












Em dias
assim
o mar
foge
implora
clemência
rejeita
o sol
quer
a noite
sem vida,
sem lua
areia crua
joga-se
nas rochas
silencia
a ausência.

Ana Wagner

15 de jul de 2008

O BEIJO QUE NÃO ME DESTE











O beijo que não me deste


esperava
pedia
implorava
sofria
pois um dia
negaste um beijo
e jamais
mudaste de idéia
era beijo
de amizade
na bochecha
um selinho
pois na boca
não ousava
ai! o beijo!
que não deste
parecia
que doía!

Ana Wagner

3 de jul de 2008

TERMINAL










TERMINAL


Derradeiro poema
grito, despedida
lamúria de bem-querer
tatuagem cravada no peito
saudosa marca
mocidade, sanidade
cantar do cisne
irremediável verdade
escancarada
sem mentiras, censuras
sonho vivo, graça pura
gosto de eternidade.

Ana Wagner

2 de jul de 2008

PARTO









Parto



Poeta sem rio
parida na noite
deambulando atônita
guardando a música da terra
grito final de quem não espera verão

na voz geme uma árvore...


Ana Wagner

26 de jun de 2008

FIO PRATA


















Fio Prata

Cabeça inclinada,
lágrimas
tecendo rendas
imaginárias
lançando pontes
rumo ao nada
linhas sedosas
lembram o brilho
dos finos cabelos
olhar se perde
lembranças
saudades....

Ana Wagner

14 de jun de 2008

DIÁRIO












DIÁRIO

Amanhece...


Cobriu-me um clarão
rompendo quimeras,
injusta verdade
derretendo neve
em ansiosa alma ,
na possível sanidade,
no nada que me pertence.

Fiz castelos de casebres,
românticos filmes,
de rota fotografia.

Em teus lábios deslizei
a alma buscando
a divina palavra
que jamais ouvirei.

Agora tudo que farei
é dançar conforme a música...

Ana Wagner

13 de jun de 2008

NOITE DE AMOR








NOITE DE AMOR!


Cheiro de estrelas
ondas, janelas
cravo e canela
olhar dormido
lírios florindo
restos de orvalho
pétalas de ilusões
sussurrar de amor
doce e terna
maciez da pele
renasce a luz
abro os olhos
e tudo se repete...

Ana Wagner

12 de jun de 2008

UM PRESENTE DE WADO




10 de jun de 2008

PROFANA










PROFANA

Venha fugir comigo.
Se o mar impedir nossos passos,
Prometo que com meu cajado
Separá-lo-ei em dois,
E plantarei em seu fundo,
Com minhas mãos em prece,
Uma rosa rasa
De olhos vermelhos,
De face oposta,
De passos sóbrios,
De gestos lúcidos.

E que não venham
Dizer que tudo isso é loucura.

Mais louco
É quem não reconhece
Uma rosa rala
Plantada no fundo do mar,
Plantada no fundo dos olhos.

Mais louco
É quem não reconhece
Uma rosa rara
De olhos vermelhos.

De olhos vermelhos
De tanto chorar.

(Oswaldo Antônio Begiato)

Jundiaí, em 9 de junho de 2.008.

8 de jun de 2008

ÚLTIMO VÔO











Último Vôo


Voa passarinho, voa
ao teu rumo distante!
A gaiola não mais te pertence
nunca foi tua, nunca!
Segue buscando
o encanto da lua
jogando nos livros
misteriosas musas
Te vi, te senti,
chorei e sorri
Te amei com ardor
É hora de partir,
em teu vôo final.
É tempo de inverno,
de buscar o calor.
Voa pra onde quiseres...
Leva contigo meu último amor...

Ana Wagner

6 de jun de 2008

INDOLÊNCIA










INDOLÊNCIA

Indolente vazio
versos
imersos em solidão
viagem ao avesso
regresso
ao fundo do poço;
quantos sonhos para guardar
na clareira barrenta da chuva,
baús empoeirados.
Por que versar,
chorar estreitas letrinhas
imperfeitas entrelinhas,
onde a poesia?
Caminhos obscuros,
brotam espinhos.

Ana Wagner

***

4 de jun de 2008

NAUFRÁGIO DOS POETAS









Naufrágio dos Poetas


À noite os poetas naufragam
na essência da busca vazia
da poesia presa na garganta
que nem o pranto alivia
inventando nobres fantasias
rabiscando júbilo perene
palpitando em rimas solenes
na trilha do momento seguindo
metafórico destino parindo
com vestes e máscaras de fulgor
vão cantando seu grito de dor

Ana Wagner

Ao anônimo leitor!

Gostaria de fazer
um agradecimento
aos inúmeros leitores
anônimos que me visitam
diariamente. São pessoas
de lugares distantes ou
próximos que passam
por aqui diariamente.
Obrigada anônimo leitor!

Tempo