27 de mai de 2008

MAROLA












Marola


Ruge o mar
colossal
lavando almas
despejando sal,
em veias abertas.
Não fosse intenso,
abissal
seria ninho,
coberta.

Ana Wagner

***

GOTINHA










GOTINHA


Pingo
de alegria
espirrou
em minha boca
sedenta.
Doce,
sensualmente doce!
Degustei
lentamente,
com deleite.
Quando o inverno
tomou meu corpo,
a sede aumentou,
e a fonte divina
respingou
outras bocas...

Ana Wagner

NAMORADO











Namorado


Ternura
calor amado
nuvens -abraço
beijo primeiro
puro enlevo
meneios, devaneios
olhar apaixonado
visões de paraíso
meigos olhos
indevassáveis
vertigem agridoce
mel nos lábios
luxúria, ousadia
paixão que nunca sacia.

Ana Wagner

***

21 de mai de 2008

POEMINHA










POEMINHA


quem faz
um poema
num dia
radiante
com os olhos
cheios de azul
o corpo
banhado em sol
os pés
com cheiro
de grama
irradia,
azula,
ensolara,
ama..

ANA WAGNER

***

15 de mai de 2008

REFEITA












REFEITA

eu te fiz

flor-de-lis

raio de lis

raio de luz

raio de lua

rio de lua

rio de mim

cavalo baio

cavá-lo

com raios

com rios

com risos


raio de lua

cavalo baio..

cavalo raio

raios de ti

flor de mim

rio de risos

teus raios

raios de sol

raios de nós

arco-íris...

OSWALDO ANTÔNIO BEGIATO & ANA WAGNER

14 de mai de 2008

AQUELE HOMEM







Aquele Homem


Chegou em silêncio
com passos gentis
tomou de surpresa
alma calejada
abriu toda a guarda
naquela carência
perdoou seus pecados
segurou sua mão
beijou-a com fome
foi febre, alimento
ternura e alento
nas pazes benditas
etérea canção.

Ana Wagner

***

7 de mai de 2008

FLORA










FLORA


Bondade do planeta
senda luminosa
orvalhada
garante a flor
ou borboleta
violeta e rosa
modesta uma
outra vaidosa.

Ana Wagner

2 de mai de 2008

REFÚGIO












REFÚGIO


Demito
a ilusão inútil
voa pensamento
a esmo
esperançando
refúgio
cidade
drama
e pranto
reflexos
de espelhos
rasgam
meus versos...

Ana Wagner

1 de mai de 2008

ANJO-LUZ










ANJO-LUZ

Meu amor gosta de chuva;
estende-se ao azul da água
transforma-se em arco-iris
enche as mãos de rosas
dos melhores bálsamos
para ofertar.

Quando triste
uma cascata cristalina
desce dos céus para banhá-lo
em finos fios de prata,
anjos tomam-lhe nos braços
e o trazem, um ser de luz
extasiado pela vida
nos mínimos milagres
da natureza...

Ana wagner

Ao anônimo leitor!

Gostaria de fazer
um agradecimento
aos inúmeros leitores
anônimos que me visitam
diariamente. São pessoas
de lugares distantes ou
próximos que passam
por aqui diariamente.
Obrigada anônimo leitor!

Tempo