21 de mar de 2009

ALÉM









Além


Meus olhos miram
além de polos,
florestas brancas
vagam em terras
esbranquiçadas.
Desconstruida,
descompassada;
levemente sinto
teu coração batendo,
lentamente...

Ana Wagner

***

13 de mar de 2009

FANTASIA










FANTASIA


Invisíveis máscaras
Fizeram colorido coração
Iluminaram o sorriso,
Douraram horizontes.

Dormir agora,
Deixar sonhos vazios.

Emoção gelada
Sem acelerar coração
Imagem de sonho.

Nega a vida, dor.
Doces lembranças
Dores amargas.
Emoções intensas.

Realidade saltou nas mãos!

Ana Wagner

11 de mar de 2009

DOCE QUIMERA












Doce Quimera


Escrevendo com a alma,
Te dou minha vida em vão.
Coloco hoje a teus pés
As flores murchas que tenho nas mãos.
Não haverá mais palavras
Que expressem meus sentimentos
Mais profundos e apaixonados!

Amanhã, nem o perfume dessas flores,
Nem o timbre de tua voz que me negas.
O futuro é doce quimera,
A imortalidade não nos pertence!

Ana Wagner

VEM DANÇAR COMIGO!














VEM DANÇAR COMIGO!


Vem dançar comigo!
No embalo da música lenta...
De um blues de Miles Davis,

Teu perfume inebriante,

Me faz pensar adiante!
Calor em nossos corpos.

Beijinhos suaves, palavras picantes

Cada pedacinho de nossos poros,
Incendiados de desejos, de querer...

Murmúrios ousados, meus seios arfantes!

Vamos dançar bem colados,
Aquele blues de Miles Davis,

Preludio de uma noite de prazer...



Ana Wagner

*(imagem: Fernando Bottero)

8 de mar de 2009

MIRAGENS


Miragens

Amor de papel crepom

Flora de miragens

Sereno fim de viagem

Ana Wagner



4 de mar de 2009

MULHER SENSUAL!










MULHER SENSUAL!


Flor entreaberta
aroma lascivo
ocultos espinhos
insolente sedução
se faz desejada
conquista carinhos
vermelho batom
é arma, espada!

Ana Wagner

***

AH! MULHER!













Ah! Mulher!


Ah! Mulher, estranha criatura!
É infinitamente feliz
Ou verte um vale de lágrimas
Vida dura ou socialite
Seu destino é sorteio
Mais ama que é amada
Obreira, namoradeira
Linda ou um tanto apagada
Profissão ou casamento
Filhos ou carreira
Procura alma gêmea
Receosa de encontrar
Viver só ou compartilhar...

Ah! Mulher! Como é difícil
Tantas pedras na jornada
Tens os pés a calejar
Coração atrapalhado
E toda a louça pra lavar...


Ana Wagner

Ao anônimo leitor!

Gostaria de fazer
um agradecimento
aos inúmeros leitores
anônimos que me visitam
diariamente. São pessoas
de lugares distantes ou
próximos que passam
por aqui diariamente.
Obrigada anônimo leitor!

Tempo