29 de jul de 2009

OBSSESSÃO




 
Silencia!
quero paz
só harmonia
retira os restos
dos lamentos
ternura
carícias
dilaceradas
indiferença
marejados
olhos cansados
deixa vir bonança
mar de verão
só!

Ana Wagner


26 de jul de 2009

O HOMEM QUE AMAREI




















O HOMEM QUE AMAREI

Nos dia sombrios

onde impera a tristeza
pensamento se agita.
São tantos infelizes,
doentes ou maus,
jornais jorram sangue,
tv mareja os olhos...

Quando, na quietude da noite,
você surge, um brilho celeste,
quero encontrar alegria,
carinho de colo,
sonhar simplesmente
com o homem que amarei...


Ana Wagner

***

VADIA










VADIA
saudade
ausência de conteúdo
amoroso
agudo silêncio
eco gritante
repetindo dor
vácuo cheio de nós
indolência fria
voa vida vadia

Ana Wagner

15 de jul de 2009

QUEM ÉS?








Quem és?

Que olhos sãos esses

hipnóticos, brilhantes?
Cruzaram meu caminho
sem direção, sempre errante...
Que força estranha
nos uniu fortemente
quando menos buscava
um amor, um romance?
Será que nos vimos antes,
numa estrela encantada
ou no sol poente?
Não preciso saber
pois o dia é tão lindo,
a vida tão bela,
as flores se abrindo
e meu sorriso constante...

Ana Wagner

Ao anônimo leitor!

Gostaria de fazer
um agradecimento
aos inúmeros leitores
anônimos que me visitam
diariamente. São pessoas
de lugares distantes ou
próximos que passam
por aqui diariamente.
Obrigada anônimo leitor!

Tempo