2 de dez de 2009

QUASE PERFEITO






  




Quase Perfeito

Era
Tão perfeito...
Um mundo de fantasias,
o futuro do seu sono!

A esconder-se
debaixo de minhas asas
sempre que o frio o tocava;

procurava vida
no silencio
amava seu passado solitário,
sentimentos mórbidos,
lagrimas a sussurrar,
dor para mim!

Ilusão existia nas noites
de neblinas,
o canto do silencio,
a fantasia!

Ana Wagner

Ao anônimo leitor!

Gostaria de fazer
um agradecimento
aos inúmeros leitores
anônimos que me visitam
diariamente. São pessoas
de lugares distantes ou
próximos que passam
por aqui diariamente.
Obrigada anônimo leitor!

Tempo