29 de out de 2008

LONGA JORNADA




















LONGA JORNADA


Frias tardes enevoadas
uma existência contida
botão de rosa desfolhada
chegada ao ponto de partida
relógio quebrado
estilhaçando as horas
o sol, negra melancolia
esquálido pássaro rastejante
fragmentos de sonhos fugidios
voando nuvens púrpura brilhantes.
Como crer que o todo é nada?
O tempo da vida é um instante
e é longa, longa a jornada!

Ana Wagner

***

10 comentários:

enise disse...

Enise:
Oi Aninha
Longa jornada...é para uma reflexão e tanto...amei!

Este vídeo meu está saindo do forno...
...nem sempre o mais simples é o mais fácil...rs
Espero que aprecie...
Beijos
E.

rai disse...

ઇ‍ઉ RaiBlue ઇ‍ઉ:
Saudades,Aninha...obrigada,viu,pelas mensagens lindas...poemas maravihosos!
mil beijinhos azuis...
Blue

nolivia disse...

Nolivia*Poesias*:
obrigada pela linda Poesia...como sempre escreve divinamente....bjus

fred disse...

Fred Albano:
linda poesia minha linda
voce e maravilhosa
te adoro
muito,muito,muito,e muito
2008 beijos para voce

Clara disse...

Clara.¸•*•.¸♥¸.•:
Que linda e profunda sua poesia, Aninha!
Parabéns ! Obrigada pela partilha.
"A vida é um momento eterno"
Uma ótima noite pra você também!
Beijos

gavriella disse...

Gavriella:
Boa noite, querida ..... que linda a sua "longa Jornada" .... e que ela na vida real seja linda mesmo, muito linda, como você .... bjussssss

tadeu paulo disse...

Tadeu Paulo:
vc é uma grande poeta e admiro muito o teu estilo..
sabe disso, né?
Beijokas Poeta querida..

tadeu paulo disse...

Tadeu Paulo:
adoro poesia abstrata, e fizeste uma linda;
parabéns por LONGA JORNADA..
Beijão..

andré maurício disse...

André Maurício:
Que lindooooooooooooooooooooooooo!!!! E chique, bjsssssssssssssssssssssssssssssssss, amei!!!!

izabel disse...

ჱܓჱܓIzabel:
Bom te ler, Aninha...
Longa Jornada está divino e faz meditar...
Beijos

Ao anônimo leitor!

Gostaria de fazer
um agradecimento
aos inúmeros leitores
anônimos que me visitam
diariamente. São pessoas
de lugares distantes ou
próximos que passam
por aqui diariamente.
Obrigada anônimo leitor!

Tempo