14 de abr de 2008

A FORÇA DE EROS












A FORÇA DE EROS


Manto de estrelas
brancas e difusas
acariciam teu corpo
com a leveza
de um sonho ardente,
a pele responde
arrepios inesperados,
reviram entranhas
estranhos desejos
resguardados, temidos
ocultas delícias
línguas de fogo
invadem teus poros
receios superam;
a vida se impõe
sensual e voraz
vislumbras ternura
íntimas loucuras,
rubro é teu sangue
intrépido teu sexo
despindo temores
explode em prazer
com a força de Eros.

Ana Wagner


****

3 comentários:

XILEF disse...

Quanto tempo em poetisa! Será que fui eu sumi ou foi você... sua poesia esta bela, versos intensos e cheios de sentimentos felizes. Parabéns pela bela inspiração. abraço.
Enviado por Xilef em 10/04/2008 22:12
para o texto: A FORÇA DE EROS (T940306)

DORIVAN disse...

nossa! mais uma vez expresso minha admiração. quantas sensações.. parabens mais uma vez.....
Enviado por IGNORANTE eu (Dorivan Lages) em 10/04/2008 22:15
para o texto: A FORÇA DE EROS (T940306)

WESLEY disse...

Se comenta poesia?Acho que não.Minha passagem aqui já diz algo creio eu.
Enviado por Wesley F F em 10/04/2008 22:50
para o texto: A FORÇA DE EROS (T940306)

Ao anônimo leitor!

Gostaria de fazer
um agradecimento
aos inúmeros leitores
anônimos que me visitam
diariamente. São pessoas
de lugares distantes ou
próximos que passam
por aqui diariamente.
Obrigada anônimo leitor!

Tempo