18 de abr de 2008

ESQUECIMENTO









Esquecimento


esqueci todos os sinônimos

antônimos, metáforas
paráfrases
só lembro palavras banais
ou sórdidas que aprendi agora

aquele divino poema
que sempre sonhei para ti
ficou igual minha memória
falhou, embotou, me sabotou
mas sempre olho o céu
o mais belo poema que conheço
e que sempre compartilhamos

o bosque, o quiosque
as flores cor-de-rosa
meu monólogo repetido
e não os encontro,
não estão mais lá
mas não importa
"meu amor não tem importância nenhuma"*

Ana Wagner


* Verso de Cecília Meireles

7 comentários:

ana wagner disse...

Gente, alterei o nome, porisso está como Sem Memória nos comentários. bjs

henricabilio disse...

Todo o amor conta, por mais singelo que seja... Um abraçooo luso!
Enviado por HENRICABILIO em 15/04/2008 10:07
para o texto: SEM MEMÓRIA (T946457)

Silvia disse...

alo poeta ********* Poema muito expressivo. ******** Um beijo azul
Enviado por Silvia Regina Costa Lima em 15/04/2008 10:22
para o texto: SEM MEMÓRIA (T946457)

Poeta da Lua disse...

um beijo para ti, minha amiga!
lindo o que escreveu, lindo!
encontrou o teu sentir em palavras frias, palavras vivas e com calor e dor...
sentir é escrever, escrever é sentir, assim eu sinto as palavras e sinto-as no sentir do outro, senti em suas.
até...

reinaldo disse...

Sensivel, lirico e emocionante. Digno de aplausos. Parabens. Bjs linda poetisa
Enviado por Reinaldo Ribeiro em 15/04/2008 10:53
para o texto: SEM MEMÓRIA (T946457)

karla disse...

Karla***:
ficou sim, nossa ele é maravilhosoooo

Antônio Carlos disse...

Antônio Carlos:
Oww, lindo poema Aninha, Q maravilha! Adorei, obrigado por compartilhar, muita essência... bjs.

Ao anônimo leitor!

Gostaria de fazer
um agradecimento
aos inúmeros leitores
anônimos que me visitam
diariamente. São pessoas
de lugares distantes ou
próximos que passam
por aqui diariamente.
Obrigada anônimo leitor!

Tempo