9 de jan de 2008

ALQUIMIA










ALQUIMIA


Ensina a receita
para apagar esse amor:
um muito de pranto,
um tanto de dor;
estrada sem rumo,
mundo sem cor;
asas quebradas,
sem perfume a flor;
chuva gelada,
sol sem calor;
alma assustada
vida sem sabor.

ANA WAGNER

7 comentários:

Erode Lino Leite disse...

Um bom texto... Só deixar ebulir.. se for solúvel.. ver a mistura.. Alquimia é isso! Bravos.
Enviado por Erode Lino Leite em 07/01/2008 18:12
para o texto: ALQUIMIA (T804848)

Eder Vogado disse...

vc já começou a esperimentar a receita, o começo é mesmo doloroso, sem dor não há o esquecer, siga o processo. bjos.
Enviado por eder ribeiro vogado em 06/01/2008 19:29
para o texto: ALQUIMIA

Karla disse...

Karla***:
lindo querida, só com alquimia mesmo!!
beijos amadinha

Oswaldo Antônio Begiato disse...

Oswaldo Antônio:
Bela Alquimia...obrigado..bjos.w

Nadir D'Onófrio disse...

ALQUIMIA
Um poema que traz questionmento...
Combinaremos assim óóoó´rsrsr
Quem de nós mortais, descobrir primeiro a receita, repassa na net ok??
Lindo o que escreveste!

Dryka disse...

dryka:
Alquimia....Maravilhoso!!!!

Vc é lindaaaaaa

*Ne* disse...

*Ne*:
"Alquimia" tá lindo menina!!!!
Já me senti assim, sabia? É triste.
Beijão amiga

Ao anônimo leitor!

Gostaria de fazer
um agradecimento
aos inúmeros leitores
anônimos que me visitam
diariamente. São pessoas
de lugares distantes ou
próximos que passam
por aqui diariamente.
Obrigada anônimo leitor!

Tempo