4 de fev de 2009

AO AMOR VINDOURO!



















AO AMOR VINDOURO


De uma fonte cristlina
será a água de meu banho
formará um arco íris
Somente pra me enfeitar

Vestido branco virginal
tiara de flores no cabelo
sem sapatos de cristal

Será um amor definitivo
Maduro e doce como um fruto
dedicarei a ele minha vida
mesmo em tempo diminuto

Serei seu último grito
Serás meu último sonho
E esse amor, infinito!

Ana Wagner

***

Um comentário:

Silvia Regina disse...

alo poeta ************** como vai?****Poema delicado e doce. Gostei bastante!**** Um beijo azul com saudades
Enviado por Silvia Regina Costa Lima em 04/02/2009 13:32
para o texto: AO AMOR VINDOURO! (T1421374)

Ao anônimo leitor!

Gostaria de fazer
um agradecimento
aos inúmeros leitores
anônimos que me visitam
diariamente. São pessoas
de lugares distantes ou
próximos que passam
por aqui diariamente.
Obrigada anônimo leitor!

Tempo